NEXT CONQUEROR

o blog do Davi Jr.

RESENHA: Superman e Batman – Inimigos Públicos (Warner Premier)

Os maiores heróis de toda história não tem descanso em tempo algum. Entre embolos da editora para recriar passados, histórias no presente escritas por várias linhas de pensamento e diversos futuros alternativos, Bruce Wayne e Clark Kent já passaram por tudo. Em Superman e Batman – Inimigos Públicos, ambos são postos fora da lei por ninguém menos que o presidente dos Estados Unidos.

É dificil dizer qual é o mais famoso e mais querido herói do mundo. Mas uma coisa é certa, mesmo com o gigantesco apelo dos heróis japoneses e o sucesso estrondoso nos cinemas dos personagens da Marvel Comics, não há páreo mais difícil de se enfrentar que a dobradinha Superman e Batman.

Criados em épocas próximas e com histórias sempre desenvolvidas para apanhar leitores de todos os pontos de vista, os heróis se tornaram ícones da cultura pop e referência em grandes produções. Enquanto Superman é a referência em qualidade de filmes de herói do século XX e o heróis da esperança e da luz, Batman é o maior ícone em qualidade de produção dos filmes da nova era do cinema, criando histórias sombrias, reais e próximas da realidade.

Juntar os dois em um único filme animado parece a fórmula perfeita para um grande sucesso de produção e não foi diferente. Adaptando o arco The World’s Finest das histórias em quadrinhas, a Warner Premiere du origem há um filme com um traço muito próximo das produções pra TV dos heróis, aproximando o público jovem e ao mesmo tempo trazendo muita originalidade na animação, o que reuniu os fãs mais maduros para o filme.

Heróis ou vilões? O que pensar quando os maiores heróis da Terra se tornam foras-da-lei?

Na história, após um ardiloso plano, Lex Luthor consegue se tornar presidente dos Estados Unidos e fazer com que alguns heróis se aliem a ele numa espécie de “Liga da Justiça” governamental, entre eles o Capitão Átomo, o Homem-Gavião, a Estelar e o Capitão Marvel (o que por si só já é uma tremenda união de personagens para uma série de pancadarias com o Superman).

E é claro que o maior vilão do Superman não perderia tempo para s aproveitar do poder recém adquirido para jogar toda a população e os seus heróis particulares pra cima dos heróis para desviar os olhares mais atentos para mais um de seus planos megalomaníacos de conquista da Terra que todo bom vilão deve desejar.

Mesmo com um enredo simples e a pouca partipação da população da qual Batman e Superman deveriam ser inimigos, os embates, os diálogos e as situações as quais os personagens são envolvidos tornam a produção algo muito interessante durante todo o seu tempo de duração, que facilmente poderia ter sido extendido.

A heroína Poderosa foi o destaque do filme!

Destaque total para a participação da heroína Poderosa (Power Girl, no original) o primeiro protótipo de de SuperGirl que a DC criou e readaptou para uma nova origem e uma nova personagem em suas muitas crises de terras. Confiando no seu histórico com Superman e na inteligência de Batman, a heroína troca de lado e se une aos foras-da-lei para tentar entender, junto com o espectador, as verdadeiras intenções de Luthor.

Com um final de tirar o fôlego com uma performance martirizadora de Batman, o filme animado se torna um clássico a medida que é assistido e mais uma obra-prima da Warner Premiere a medida que é admirado por novos e antigos fãs dos maiores super-heróis da Terra.

Lex Luthor em sua armadura estilo MegaMan.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: