NEXT CONQUEROR

o blog do Davi Jr.

JAM Project no Anime Friends 2012!

Que o Anime Friends 2012 terá o JAM Project em sua atração especial de 10 anos você já sabe. Que o show vai acontecer no dia 15 de julho, no palco principal do evento com a banda oficial da banda do Japão, você também já sabe. O que você não sabe, é que a banda gravou um vídeo para os fãs latino americanos para aquecer os motores para os shows que acontecerão na sua turnê por nossas terras.

Confira abaixo Hironobu Kageyama, Masaaki Endoh, Hiroshi Kitadani, Masami Okui e Yoshiki Fukuyama cumprimentando a nós, fãs, e de quebra confira o release do site oficial do show no Brasil:

JAM Project

Certo dia três grandes ídolos japoneses – Eizo Sakamoto, Hironobu Kageyama e Ichiro Mizuki – resolveram criar um grupo de cantores de animesongs para realizarem um concerto fora do Japão. A idéia era criar músicas dedicadas aos animes e botar a essência dos animesingers nas músicas. Para completar o grupo foram escalados Massaki Endoh, que já trabalhava com Kageyama na época, e Rica Matsumoto, famosa por seus trabalhos com o anime Pokémon. E assim, no ano de 2000, nasce o JAM Project (Japan Animationsongs Makers Project).

Em Junho de 2002, outro cantor chama a atenção de Kageyama com as músicas do anime One Piece: Hiroshi Kitadani. Com a aprovação de todos, mais um membro ingressa ao JAM Project e atinge o número de 6 integrantes. Porém, o mais velho do grupo, Ichiro Mizuki, anuncia sua saída, passando o bastão de líder para Kageyama.

Em 2003, é a vez de Eizo Sakamoto investir em sua carreira solo, deixando o grupo com apenas quatro integrantes. Felizmente foi por pouco tempo. No mesmo ano, Masami Okui e Yoshiki Fukuyama chegam ao JAM Project, incrementando ainda mais a dose de talentos da banda.

No ano de 2004, Kageyama, Endoh e Okui, acompanhados pelo ex-membro Eizo Sakamoto, vieram juntos ao Brasil pela primeira vez, para participar do Anime Friends. Neste evento, Kageyama conheceu Ricardo Cruz, que já cantava covers de animesongs. O líder do JAM curtiu a voz do garoto e solicitou uma fita demo.

Em 2005, foi criado um concurso para eleger um novo membro para o JAM Project. O brasileiro Ricardo Cruz, inscrito pelo próprio Kageyama sem o brasileiro saber, venceu o concurso. E assim, Cruz foi para o Japão gravar sua primeira música com o grupo: GONG, música tema de abertura do game Super Robot Wars.

Em 2008, Rica se desliga do grupo, para se dedicar às gravações de Pókemon, já que é a dubladora do personagem principal do anime.

Neste mesmo ano, se dá início a turne mundial do JAM Project, entitulada NO BORDER, que incluiu, entre diversos países, o Brasil. Pela primeira vez, o cantor brasileiro do JAM Project participaria de um show com o grupo completo em seu país natal. O show foi um verdadeiro sucesso, sendo o maior deles fora do Japão, e deixou os fãs brasileiros satisfeitos com uma apresentação impecável e com muitos sucessos.

Hironobu Kageyama

É provavelmente o cantor de anime songs mais conhecido e aclamado no mundo. No Japão, ganhou o título de “príncipe dos anime songs” graças aos seus mais de 30 anos de carreira e quase 1000 músicas gravadas. Kageyama começou a cantar profissionalmente no final dos anos 70, como vocalista da banda Lazy, um enorme sucesso da época. Em 1985, já como artista solo, gravou seu primeiro anime song, que também é sua música mais conhecida no Brasil: a abertura da série Esquadrão Relâmpago Changeman. De lá pra cá, Kageyama acumulou clássicos no repertório: Cha-la-Head-Cha-la e We Gotta Power, de Dragon Ball Z, Soldier Dream, de Cavaleiros do Zodíaco, Defensores da Luz Maskman, etc.

A partir dos anos 2000, criou o grupo JAM Project com o objetivo de dar uma roupagem moderna aos anime songs da nova geração sem perder, no entanto, a essência que caracteriza o gênero. A empreitada deu muito certo. O grupo acumula mais de 200 canções e segue conquistando um público cada vez maior em todo o mundo.

Masaaki Endoh

Endoh saiu cedo do estado de Miyagi para tentar ganhar a vida como cantor em Tóquio. Gravou seu primeiro disco como vocalista do trio Stepple Jack no começo dos anos 90 e, logo em seguida, estreou também como cantor de anime songs com o dueto Forever Friends, do anime Street Fighter II Victory.

Dono de uma voz poderosa, Endoh ganhou notoriedade cantando o tema de abertura do anime Gaiogaiger, em 1995. Mas foi em 2003, com a música de abertura de Abaranger, que conquistou uma enorme legião de fãs, dentro e fora do Japão.

Está no Jam Project desde a sua formação, ao lado de Hironobu Kageyama, com quem tem uma longa história de projetos conjuntos. Também já lançou três álbuns de músicas próprias em que explora seus estilos favoritos e principais influências.

Masami Okui

Começou a carreira em 1989, como backing vocal de artistas de sucesso como Yumin e Yuki Saito. Em meados dos anos 90, assinou com o selo Star Child e se tornou uma artista solo, gravando principalmente temas para animes. Seu maior sucesso dessa época é a música Rondo Revolution, da série Shojo Kakumei Utena. Cantou também músicas para a trilha de outros desenhos conhecidos no Brasil, como Slayers, Cyber Marionette e YU-GI-OH.

Quando criança, Okui era fã da banda Lazy, de Hironobu Kageyama. Já declarou que sua maior fonte de influência musical sempre foi o grupo. Então, dá para imaginar a sua satisfação quando entrou para o Jam Project, em 2003. Anualmente, ela costuma lançar em média um álbum solo, além de ajudar a organizar o show Animelo Summer Live – o maior encontro de cantores de anime song do Japão.

Yoshiki Fukuyama

É um beatlemaníaco apaixonado, até hoje. Sabe tocar – sem exagero – todas as músicas do quarteto, com o mérito de conseguir aproveitar essa influência em suas composições sem perder a originalidade. Em 1994, Fukuyama interpretou a voz cantada do personagem Basara Nekki, do cultuado anime Macross 7. Gravou alguns discos com músicas usadas na série, assinando com o pseudônimo de Fire Bomber. Entrou para o JAM Project em 2003, junto com Masami Okui.

Em 2006, como cantor solo, lançou seu maior sucesso, a música Makka na Chikai, que chegou a 33a. posição no ranking geral da Oricon, a Billboard japonesa.

Hiroshi Kitadani

Começou como vocalista de bandas amadoras de visual kei. Em 1999, o famoso compositor de anime songs Kohei Tanaka pediu a Kitadani que cantasse a demo do primeiro tema de abertura de One Piece. O resultado impressionou os produtores, que o convidaram para gravar a versão final da música. Com o sucesso do anime, Kitadani também ganhou popularidade e, em 2002, foi convidado por Hironobu Kageyama para entrar no Jam Project.

No final de 2011, a Toei Animation encomendou ao mesmo time que fez a primeira abertura de One Piece uma nova canção para a série. Kitadani e Tanaka juntaram forças mais uma vez – doze anos depois – para criar a música We Go!, tema que toca atualmente na série no Japão.

Ricardo Cruz

Aficcionado por séries e desenhos animados japoneses, Ricardo estudou durante um ano no Japão, em 1999. No ano seguinte, começou a trabalhar como jornalista na Conrad Editora, onde participou das revistas Herói 2000, Pokémon Club, Herói Mangá, Play, Nintendo World, etc. Em seguida, trabalhou com tradução de mangás para as editoras JBC e Panini.

Como cantor, se apresenta em eventos no Brasil desde 2001. Em 2005, foi escolhido por Hironobu Kageyama para ser o membro internacional do Jam Project. Estreou no grupo com a música Gong e, desde então, compõe e grava novas canções para a banda, além de participar de sua turnê anual.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: